O que está buscando?

Rede escolar SESI-SP se prepara para volta às aulas com semana de formação de professores

O ano letivo nas 144 escolas do SESI-SP, em formato ensino híbrido, está previsto para iniciar entre os dias 25 de janeiro e 1º de fevereiro, de acordo com as determinações dos órgãos de saúde pública e decretos municipais

 Por: Karina Costa, SESI São Paulo
27/01/202118:02- atualizado às 18:38 em 27/01/2021

Nos dias 21, 22, 25 e 26 de janeiro, os professores da rede escolar SESI-SP participam de mais uma edição do Saber em Ação, semana de formação que antecede o início do ano letivo na instituição. Durante o encontro para atualização, reflexão, troca de experiências e planejamento será debatido o tema “Currículo contínuo numa perspectiva de flexibilização curricular”.

De acordo com a gerente de Educação Básica da rede escolar SESI-SP, Ivy Sandim, um dos objetivos desta edição é dar continuidade em um plano de aprofundamento de aprendizagem, iniciado em agosto passado nas escolas, consolidando um conjunto de ações que contemplam o mapeamento de expectativas de ensino e aprendizagem, diagnóstico da aprendizagem dos estudantes, flexibilização curricular, e um olhar atencioso para a garantia dos direitos de aprendizagem de todos. “A partir das percepções e vivências dos professores no ano desafiador que tivemos, vamos planejar a prática docente a fim de estender as competências e habilidades trabalhadas em 2020 para o ano letivo de 2021, estabelecendo, assim, um currículo contínuo”, explicou.

No ano passado, diante da pandemia do Coronavírus, foi necessária uma adaptação curricular, que redefiniu quais competências e habilidades seriam trabalhadas naquele momento. Nesse sentido, os saberes que possam não ter sido plenamente desenvolvidos serão incorporados agora. “Todas as aprendizagens e conhecimentos são importantes, mas tivemos que tomar decisões e atuar no que era essencial”, completou Luis Paulo Martins, da Supervisão de Currículo, Inovação e Recursos Didáticos do SESI-SP. A decisão está apoiada na resolução do Conselho Nacional de Educação (CNE), que autoriza as escolas optarem pela fusão dos anos letivos em questão.

 

Volta às aulas

Entre os dias 25 e 26 de janeiro, cada unidade escolar estará em contato com os pais e responsáveis pelos alunos para comunicar o plano de atuação para o ano letivo, a dinâmica das aulas em tempos de COVID-19, e responder todas as dúvidas em relação ao retorno das aulas presenciais. “Faz parte da nossa responsabilidade social a transparência da tomada de decisões quanto ao currículo, os protocolos e procedimentos para o retorno, bem como ouvir a comunidade escolar, abrindo um espaço ao diálogo e acolhimento”, afirmou Ivy Sandim.

O ano letivo, nas 144 escolas do SESI-SP, está previsto para iniciar entre os dias 25 de janeiro e 1º de fevereiro, no modelo de ensino híbrido. Datas efetivas e o formato das aulas podem variar entre as unidades de acordo com as determinações dos órgãos de saúde pública e decretos municipais. Os pais ou responsáveis pelos alunos do SESI-SP devem aguardar comunicado sobre esse retorno ou buscar informações diretamente na unidade escolar em que o estudante está matriculado.